m12 2018
CIDADE DE DEUS
A conquista do território
São Paulo, Segunda-feira, 22 de Janeiro de 2018
igreja em celulasvisão celulas
Estudo para os 12
21/10/2015
Vencendo as Provas e Tribulações pela Fé

Atos 14:19 a 22

Muitos cristãos dos dias de hoje não entendem que provas e tribulações, fazem parte da caminhada com Jesus, e que são permitidas por Deus, para que sejamos forjados segundo o caráter de Cristo. Alguns ao passarem por estas lutas, desanimam no ministério, outros quase desfalecem na fé e outros começam a dizer que Deus se esqueceu deles, tudo porque a igreja de hoje, precisa entender um pouco mais profundamente o que é o evangelho.

Vejam o que diz o vs. 22: fortalecendo a alma dos discípulos, exortando-os a permanecer firmes na fé e mostrando que, através de muitas tribulações, nos importa entrar no reino de Deus. As provas e tribulações fazem, obrigatoriamente, parte da vida Cristã e foram também previstas pelo próprio Senhor Jesus, quando disse: no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo (ou seja, tenham fé) pois eu venci o mundo.

Nossas lutas no mundo, não devem nos abater e sim nos treinar na fé, pois se soubermos usá-la em meio às provas, seremos sempre mais que vencedores. Vejam o que diz 1 Jo. 5:4: "porque todo o que é nascido de Deus, vence o mundo, e esta é a vitória que vence o mundo: a nossa fé."

Algumas provas são fruto de ataques de Satanás a nossa vida, e principalmente a nossa mente. Estes ataques têm um único objetivo: abalar nossa fé e comunhão com Deus e nos afastar do Senhor espiritualmente. Quanto a isto, importa que tenhamos bem claro que uma pessoa pode começar a afastar-se de Deus, mesmo estando na igreja e em meio ao Corpo.

Este afastamento se dá quando o pecado começa a alcançar meu coração, através de coisas que eu penso, que eu escuto, como fofocas, críticas, murmurações, quando eu me magoo com alguém. Também quando eu falho na prática dos princípios, eu me contamino, e abro brechas para que Satanás venha promover apostasia (esfriamento espiritual).

Isto pode acontecer com novos convertidos, discípulos maduros, líderes, pastores e apóstolos. É preciso muito cuidado, pois está escrito: quem está de pé, cuide-se para que não caia. Satanás não quer apenas roubar sua fé, ele quer também sua posição, e depois de contaminá-lo, ele lança em sua mente pensamentos do tipo: será que eu tenho mesmo chamado para ser um líder? Será que ainda devo fazer parte desta equipe de doze?

Há vários tipos de provas: Espirituais (opressões), Emocionais (frustrações, tristeza, problemas familiares) e físicas (enfermidades e problemas materiais). O Ap. Paulo neste texto, sofreu um ataque nos três níveis simultaneamente, por estar exercendo seu ministério (foi apedrejado, ficando como morto).

Nós cristãos modernos, precisamos aprender que as provas têm a permissão de Deus, podem ser fruto de brechas na nossa santidade, mas também podem não ter nenhuma relação com nossas falhas.

Outro aspecto é que Deus não tem prazer em nos fazer sofrer, como garante Lm. 3:33: "porque o Senhor não aflige, nem entristece de bom grado os filhos dos homens." Quando Deus permite que passemos por provas, seu intento é forjar nosso homem interior, para elevá-lo a estatura do homem perfeito que é Cristo.

Nós como líderes, precisamos deste treinamento, pois se não soubermos vencer nossas próprias guerras, como poderemos ajudar nossos discípulos a vencerem as deles? Nenhuma luta por mais difícil que seja, deve nos fazer desistir do ministério. Note que Paulo estava desmaiado, quase morto, mas quando os discípulos o rodearam, levantou-se e prosseguiu em sua missão.

Um líder verdadeiro, por mais que esteja fragilizado e ferido, sempre será fortalecido ao olhar para os frutos do seu amor e do seu trabalho. As provas nos aprimoram, e nossos inimigos nos treinam para que sejamos melhores.

Como podemos vencer nossas guerras?

1. Crendo que o amor de Deus é incondicional e eterno.

O Senhor nunca nos deixa, mesmo quando permite que passemos por provas. Foi assim com Daniel na cova dos leões, com seus amigos na fornalha da aflição, com o Ap. Pedro ao aguardar sua execução determinada por Herodes. Ele diz em sua palavra: "Eu jamais te deixarei, nunca, jamais te abandonarei." Hb. 13:5. Nossas maiores experiências com Deus, serão vividas em momentos de aflição, pois Ele sempre socorre os de coração contrito e abatido.

2. Feche todas as brechas.

Nem toda tribulação é fruto de brechas, mas se elas existirem, darão oportunidades a Satanás para que venha nos afastar de Deus e do propósito. Ore e peça a Deus que lhe revele se você está falhando, e onde? Depois de orar, seja humilde e peça ajuda a seu líder neste sentido, ele poderá direcioná-lo e ajudá-lo a encontrar as saídas. Atenção: as guerras espirituais, nós não devemos enfrentar sozinhos.

3. Reaja com jejum e oração, não se entregue ao inimigo.

A palavra nos ordena: "sujeitai-vos a Deus, e resisti ao diabo, e ele fugirá de vós". Nestas horas é importante não nos desesperarmos, não nos entregarmos, não murmurarmos, e não colocarmos a culpa em Deus ou nos líderes como alguns fazem se revoltando ou se isolando.

O isolamento é o que o inimigo mais deseja. No reino animal quando os predadores felinos atacam, a presa que se isolar do bando atacado, é o jantar da noite. Devemos em meio às provas, nos firmar no Corpo e reagir com armas espiritais, como jejum, oração, palavras proféticas, ofertas e paciência, pois Deus peleja por nós, e se Deus é por nós, quem será contra nós?

4. Não se desvie do propósito.

Há no seio da igreja vários discípulos paralisados pelo inimigo, justamente porque seus corações se desviaram do propósito de Deus. Muitos que tinham um chamado ao ministério, que tinham uma célula ou até uma geração, esfriaram e perderam seus frutos, porque seus corações desviaram-se para os sonhos pessoais, o cuidado excessivo da família ou para a busca ansiosa por trabalho e dinheiro.

Em toda minha experiência até aqui, nunca vi isto dar certo, só vi frustrações, perdas e pessoas se desviando e caindo. A brecha neste caso, é justamente o pecado do desequilíbrio entre os sonhos pessoais e os de Deus.

Tiago 4:17 diz: "portanto, aquele que sabe que deve fazer o bem e não o faz, nisso está pecando." Se está pecando, está dando munição ao inimigo para que este venha lhe atacar.

Retome o objetivo de ganhar vidas e fazer discípulos, pois os que atendem a esta ordenança, serão sempre protegidos e abençoados.

5. Espere o tempo de Deus com gratidão e louvor.

Há situações de provas, onde Deus quer quebrantar nossa estrutura humana e nos mostrar nossa impotência diante da vida, para que aprendamos a depender Dele.

Existem momentos em que não há o que fazer, a não ser esperar que o Senhor nos liberte de daquela situação humilhante. Contudo, Ele não fará isto nem um minuto sequer, antes de estarmos prontos (ou seja maduros na fé e quebrantados), então, o que resta a fazer, é louvar e agradecer pela prova, e crer que ela logo terminará.

Um exemplo maravilhoso deste poder libertador da gratidão e do louvor, está registrado em At. 16:22 a 26, quando Paulo e Silas depois de açoitados e presos no tronco, oravam e cantavam louvores a Deus. De repente veio um terremoto tão forte, que sacudiu os alicerces da cadeia, as portas se abriram e todos foram soltos.

Deus mesmo nos sustenta no tempo da espera. Isaías 40:31 diz que "os que esperam no Senhor, renovam as suas forças, sobem como águias, correm e não se cansam, caminham e não se fatigam".

Talvez hoje, você esteja passando por uma prova, mas o Senhor está te dizendo: este seu deserto teve começo, está tendo meio, mas também tem um fim, siga exercendo a fé, pois o Senhor não se esqueceu de você e no tempo ideal, o Senhor virá libertá-lo e coroá-lo com a vitória!

Tiago l:12: "Bem-aventurado o homem que suporta, com perseverança, a provação, porque depois de ter sido aprovado, receberá a coroa da vida, a qual o Senhor prometeu aos que o amam".

Ministração: Ore para que o Senhor console e fortaleça na fé, todos os que na igreja, estão passando por provas e tribulações. Determine o amadurecimento, o aperfeiçoamento e a vitória de todos ENDJ.

Por favor repassem esta palavra as gerações de 12, 144 e 1728 através de reuniões de discipulado.

Deus os abençoe e multiplique extraordinariamente, conforme a promessa.

                                                                                       

Amamos vocês. Aps. Eliezer e Zenita   

 
Imprimir
 
Compartilhe:
 
Comentarios:
 
TV IACC

Broadcast live streaming video on Ustream

Programação ao vivo

<p>- Domingo: 09:30hs e 18hs - Culto da Fam&iacute;lia<br />
&nbsp;</p>

 

Cultos anteriores | Canal de Videos

Redes Sociais
 Compartilhe:
 

IGREJA APOSTÓLICA CORPO DE CRISTO MINISTERIO PENHA - Tel: 2957-0551 -Email: iacc@iacc12.com.br - Endereço: Rua intiguçu 2601 - São Paulo SP Todos os direitos reservados - 2005 - 2013 - Webdesign