m12 2018
CIDADE DE DEUS
A conquista do território
São Paulo, Sexta-feira, 19 de Janeiro de 2018
igreja em celulasviso celulas
Estudo para os 12
23/09/2016
Correr por correr ou correr para vencer?

1 Coríntios 9: 23 a 27

No texto base do estudo de hoje, o Ap. Paulo compara nossa trajetória na vida cristã, ao desafio de um atleta que se esforça para superar a si mesmo e a seus adversários, no afã de conquistar a coroa de ouro destinada ao primeiro que chegar.

O Apóstolo também assevera, que muitos irão correr, mas que um só receberá o prémio. Isto é para nós um alerta, de que mesmo conhecendo a Cristo, podemos viver a vida como um passeio, uma caminhada aleatória, sem a devida determinação para alcançar o sucesso.

O sucesso não é fruto do acaso, nem tão pouco questão de sorte. O sucesso só é alcançado por aqueles que têm um sonho, um objetivo bem claro e definido para cada área da vida. Há pessoas hoje na igreja, caminhando aleatoriamente, sem sonhos, sem objetivos e metas, e por isso estão frustradas e sem conquistas.

Expressarmos nossos sonhos diante de Deus, é um requisito para que obtenhamos vitórias. Jesus nos mostra isto, através da clássica pergunta que fazia a todos que aproximavam-se Dele: Que queres que eu te faça?

Hoje, de igual maneira Jesus está aqui, disposto a derramar sua Graça, mas primeiro quer saber:

  • Qual é seu sonho para sua vida espiritual?
  • Qual é seu sonho para sua vida familiar?
  • Qual é seu sonho ministerial?
  • Qual é seu objetivo profissional?

A falta de definição nestes objetivos, representa uma falta de foco na visão do futuro, uma fé difusa, que pouco valor dá a conquistas e que pouco poder tem para alcançá-las.

Paulo diz que os atletas que correm no estádio, não correm só para participar da corrida, mas os verdadeiros campeões correm para vencer. O vs. 24 diz: Correi de tal maneira que o alcanceis. A instrução de Deus para cada um de nós não é somente participar da vida cristã, mas sermos cristãos vencedores, saudáveis, frutíferos e úteis ao Reino de Deus, ou seja, a ordem é correr para vencer, e não correr por correr.

Todos nós temos as mesmas condições: o mesmo Deus, a mesma fé, as mesmas promessas e as mesmas 24 horas por dia para sermos e realizarmos. Por que então, alguns têm sucesso e outros não?

Dois engenheiros formados na mesma escola, um constrói uma ponte gigante que dura anos, o outro constrói uma casa que desaba na primeira chuva.

Dois economistas que cursaram a mesma faculdade, um é diretor do banco central e o outro não consegue nem arrumar emprego. Por quê? A resposta é simples: o foco e a determinação que tiveram os bem-sucedidos. Há na vida de todos nós, o perigo de nos desfocarmos de nossos objetivos e perdermos a definição do que estamos querendo ou fazendo.

Todo aquele que receber de Deus um sonho, encontrará a oposição de inimigos, foi assim com Abraão, com José, com Neemias e com Jesus, mas todos estes heróis da fé venceram, por não se desviarem de seus sonhos e pela determinação que empregaram em alcançá-los.

Vamos ver agora algumas destas posturas de fé:

1- Não sonharam seus próprios sonhos, mas sonharam os sonhos de Deus. Preciso pedir a Deus que me revele o que Ele deseja para minha família, para o meu trabalho, para o meu ministério. Deus tem um propósito específico para cada área de nossas vidas.

Não sonhar nosso próprio sonho, não quer dizer perdê-lo, mas sim entregá-lo à Deus para que realmente se realize. Nossos sonhos pessoais estão contidos no sonho de Deus para nossas vidas. Um exemplo disto, é o desejo que Abraão tinha de ter um filho. Deus contemplando este sonho, determinou-se dizendo: seu sonho é ter um filho, mas o meu, é te dar uma multidão de filhos e fazer de você uma grande nação.

Os sonhos de Deus são mais amplos que os nossos, e visam sempre o bem de um número maior de pessoas. Em Gn. 50:20 José, já como governador do Egito, diz a seus irmãos: Vocês planejaram o mal contra mim, mas Deus o tornou em bem, para que hoje fosse preservada a vida de muitos. Quando decidimos viver o que Deus sonhou para nós, somos libertos do egoísmo e nos tornamos uma benção para muitas pessoas.

2 - Venceram a si mesmos. No vs. 25 do texto base Paulo diz: Todo atleta em tudo se domina, para alcançar uma coroa corruptível...

Precisamos pedir a Deus domínio próprio, pois nossa conquista em todas as áreas demandará disciplina.

Vs. 27: Mas esmurro meu corpo e o reduzo a escravidão: isto significa, preciso dominar minha carne (vencer o pecado pelo jejum, pelo conhecimento da palavra e pelo fruto do Espírito exercitado por mim ex. mansidão, longanimidade)

Quantos líderes efetuam uma tremenda conquista, mas depois por uma obra da carne, caem na imoralidade? Preciso dominar minha alma (ter paciência com a esposa, no relacionamento com os filhos, e muito mais com os discípulos, onde haverá ainda uma incidência de pressões do mundo espiritual.

Jesus por três anos e meio com muita paciência, formou o caráter dos seus doze, esperando o tempo em que estariam maduros. Também nos advertiu a não estarmos ansiosos por nada e declarou que os mansos herdarão a terra. MT. 5: 5.

Vs. 26: Assim corro também eu, não sem meta, assim luto, não como desferindo golpes no ar.

Preciso manter o foco no meu objetivo, com discernimento espiritual (saber o que Deus me prometeu, ter a visão espiritual, clara e objetiva do meu chamado).

Muitos líderes começam muito bem, mas no meio do processo perdem o foco e se desviam do propósito para o qual foram chamados, como consequência, perdem a rota, a conquista e a honra.

3 - Contaram com a força de Deus e não a própria. A Bíblia diz que o que vence o mundo é a nossa fé. Toda nossa conquista será no campo espiritual, ou seja, através da fé.

A fé não é viver correndo atrás das coisas, não é vencer pela força do braço, não é persuadir pessoas ou dominá-las emocionalmente. Há líderes manipuladores, que oprimem, que geram dependência emocional nos discípulos para deles se beneficiarem. Nada disso é feito por fé, e a Bíblia diz que o que não é feito por fé, é pecado.

A fé é fazer uso do dom do amor, é exercitar o princípio da obediência, é respeitar a lei da liberdade e gerar tudo pelo poder da oração. Desta forma seremos espirituais, não fluindo na limitada força humana, mas fluiremos com muito mais facilidade, no extraordinário poder de Deus. Nos cansaremos menos e produziremos mais.

4 - Envolveram em seus sonhos, outras pessoas escolhidas por Deus.

Um marido e uma esposa, um pai com seus filhos, um líder com sua equipe, um pastor com seu rebanho, na verdade estão juntos por uma escolha de Deus (Deus uniu às nossas vidas num mesmo propósito chamado família, igreja, visão celular).

Deus une pessoas e as torna protagonistas de uma história escrita pelo Senhor. Jesus nos incita a orarmos ao Pai, pedindo que nos envie ceifeiros que nos ajudarão a fazer sua grande colheita. Devemos pedir a Deus que escolha aqueles que estarão ao nosso lado, que serão nossos 12, mas não poderemos fazê-lo, se não sonharmos com isto.

O sonho de coração de Deus é nos multiplicar, encher os estádios, as cidades e as nações com os filhos de Deus, mas pra que isto seja possível, você precisa decidir sonhar com seu primeiro discípulo, depois com sua própria célula, e depois com seus 12, com os 144 e depois com as multidões prometidas aos que ouvem a voz de Deus dizendo: Olha para os céus e conta as estrelas, se é que o podes. Será assim a tua descendência. Gn. 15: 5.

Ministração: Neste discipulado o Senhor estará restituindo os sonhos roubados, redefinindo alvos e restituindo a nitidez da visão espiritual dos discípulos. Determine que cada um ore por alvos pessoais (dê algum tempo para orarem por vida pessoal, família, trabalho etc.

Logo em seguida determine que cada um reflita em qual estágio está em relação aos alvos da visão. De acordo com o desafio de cada um, devem orar pela conquista de seu primeiro discípulo, pela conquista da sua própria célula, pela equipe de doze, pela geração de 144, 1728, ...

Líder, ao final, ore e profetize sobre eles, o foco, a unção e a perseverança na conquista de cada objetivo de vida. Determine que todos declarem: Eu, não vou correr por correr, eu vou correr para vencer em Nome de Jesus!!!

Deus os abençoe e multiplique como as estrelas do céu e a areia da praia do mar ENDJ. Amamos vocês.

Aps. Fábio e Claudia A. Abbud.

 
Imprimir
 
Compartilhe:
 
Comentarios:
TV IACC

Broadcast live streaming video on Ustream

Programação ao vivo

<p>- Domingo: 09:30hs e 18hs - Culto da Fam&iacute;lia<br />
&nbsp;</p>

 

Cultos anteriores | Canal de Videos

Redes Sociais
 Compartilhe:
 

IGREJA APOSTÓLICA CORPO DE CRISTO MINISTERIO PENHA - Tel: 2957-0551 -Email: iacc@iacc12.com.br - Endereço: Rua intiguçu 2601 - São Paulo SP Todos os direitos reservados - 2005 - 2013 - Webdesign