m12 2017
Família
Plano Divino para Reformar as geografias.
São Paulo, Terça-feira, 17 de Outubro de 2017
igreja em celulasvisão celulas
Esboço para célula
18/07/2017
Adoração, conexão com o coração de Deus

Atos 17:26-27; Eclesiastes 3:11

Olha a profundidade deste texto de Atos 17, ele afirma que Deus de um só homem fez todos os povos, para que povoassem toda a terra. Ele determinou os tempos, falando das gerações em que  deveriam viver e ainda estabeleceu os lugares exatos em que deveriam habitar. Então nascemos no país certo, na família certa e na geração certa. Isso significa que nascemos na hora e no lugar certo para cumprirmos o proposto de Deus na terra.

Deus fez isso para que os homens e mulheres o buscassem, embora estejamos tateando, pois é sobrenatural e está além do nosso entendimento, podemos com certeza encontrá-lO, pois o nosso Deus não está longe de cada um de nós, pelo contrário, Ele está perto e acessível por meio de Cristo Jesus nosso Senhor.

Quando uma pessoa encontra Jesus, nasce de novo e passa a ter comunhão com Deus, o vazio é preenchido e a adoração se faz necessária para que a presença dEle transborde. A falta da adoração retém o fluir do Céu e aos poucos o vazio retorna, então precisamos em todo tempo adorar àquele que nos deu a vida, precisamos nos alimentar dEle para vivermos nesta terra a vida em abundância!

Adoração é um desejo universal colocado em nós por Deus no mais profundo do nosso ser, como uma necessidade inerente de se conectar com Ele, é algo que nos puxa. Se resistirmos ou deixarmos a nossa carne dominar, morreremos aos poucos, pois a vida de Deus que alimenta nossa alma e espírito diminuirá até acabar. É como um galho cortado de uma arvore, aos poucos perde a vida. Quando estamos conectados com Ele em Cristo Jesus, frutificamos, cortado dEle, murchamos e secamos.

A quem de fato adoramos?

Precisamos estar conectados com Deus através da adoração. Quando Michael Jackson estava no tribunal, fãs vieram de todo o mundo para darem suporte a ele. Uma mulher chegou a largar seu emprego apenas para ficar do lado de fora do tribunal todos os dias, por meses. Ela estava disposta a pagar o que fosse para estar perto do seu ídolo. Por que ela foi tão extremista apenas para ter um relance de seu ídolo? A resposta é simples: ela estava conectada com o coração dele, ela o adorava.

Deus nos fez assim. Quando antropólogos estudam uma civilização, uma das coisas que examinam é o que as pessoas daquela cultura adoravam. Adoração é uma parte integral de uma cultura, porque todos adoram algo ou alguém. Todas as pessoas que já passaram pela face da terra através da história adoraram coisas como estátuas, ídolos, riquezas, poder, uma instituição, uma ideologia, uma fantasia, um deus, um filho, um carro, etc., nós porem adoramos ao Senhor Jesus, o Cristo. Por meio dEle acessamos e adoramos ao Deus Pai e ao Espírito Santo.

Romeu adorou Julieta. Júlio César adorou o seu trono. Pessoas adoram jogadores e times de futebol, outros adoram cantores e até coisas. Adoração é universal. É inerente a todo ser humano ter o desejo de adorar. Deus nos criou com um desejo e uma inclinação para adorar. Cada um de nós é fundamentalmente um adorador incessante.

É assim que Deus nos fez. Nós fomos feitos pelo Criador para sermos adoradores, mas o pecado nos afastou do propósito, nos tirou da rota de Deus e inconscientemente buscamos voltar para os trilhos e assim preencher e completar a nossa vida. Muitos neste anseio e necessidade acabam adorando em lugares onde Deus não está, isso os leva a adorar na direção errada. Quando adoramos errado, continuamos vazios, pois só Deus em Cristo Jesus pode nos preencher e satisfazer nosso coração.

Adoração tem relação com valorizar, pois as pessoas automaticamente gravitam em torno daquilo que valorizam. Nós temos um desejo de ir atrás disso. Seja o que for que você mais valorize, será isso o que irá estimar, elevar, adorar e onde também vai investir. Adoração é a nossa expressão do que mais tem valor para nós. Pode ser um emprego, um status, um esporte, uma pessoa ou uma atividade. O que nós adoramos automaticamente se torna um padrão de vida ou um comportamento.

É exatamente isso que as pessoas fazem. Um executivo corporativo por exemplo; ele dá um alto valor à conquistas do seu trabalho, ele se entrega apaixonadamente até atingir um status ou influência em seu emprego. Ele sai de casa para o trabalho bem cedo para fugir do trânsito e para trabalhar antes que o dia comece. Ele fica até tarde e perde o jantar que sua esposa preparou para ele. Quando ele chega em casa, seus filhos já estão dormindo; eles passam pela vida sem nem mesmo conhecer o próprio pai

Há momentos em que é preciso trabalhar duro, chegar cedo e, algumas vezes, sair tarde do trabalho. Ha momentos que a empresa tem projetos, metas e prazos, precisamos cumprir este prazo ou meta, é importante se esforçar um pouco e dar mais tempo a isso em algum momento. No entanto, precisamos equilibrar e sempre voltar para o centro da nossa vida, pois quando uma pessoa repete esse comportamento dia após dia, mês após meses e ano após ano, ela está demonstrando sua adoração através do seu apetite extremo para conquistar coisas, com o tempo essa pessoa ficará fria e vazia de Deus.

O caminho certo a seguir. Como podemos realmente saber o que valorizamos tanto que passamos a adorar? Devemos examinar as coisas que fazemos, porque nossas ações gritam sobre aquilo que de fato valorizamos. Precisamos Traçar o caminho do nosso tempo, energia, dinheiro e atividades. A trilha das nossas afeições e atividades vai nos levar ao trono daquilo que adoramos.

Transformação. A adoração nos molda, nos transforma. Seja para o bem ou para o mal, nos tornaremos como aquilo em que adoramos conforme diz no Salmos 115:8. Culturas inteiras de música, moda e estilo de vida crescem a partir daquilo que as pessoas adoram. Fãs de rap se vestem, falam e agem como seus ídolos. Os fãs de Jornada nas Estrelas buscam se portar como os personagens. Fãs extremos de Elvis Presley se vestem iguais e ele e se tornam seus imitadores.

Quando adoramos ao Senhor Jesus regular e consistentemente, seremos transformados. Adorar a Cristo nos torna semelhantes a Cristo. Toda humanidade adora, e todos nós estamos sendo moldados por aquilo que adoramos. Você está se tornando como a pessoa ou coisa que você adora.

A adoração está conectada ao nosso caráter. Ela flui naturalmente de quem nós somos e do que valorizamos. Nossas atitudes e ações saem de quem nós somos como pessoas. Nós adoramos aquilo a que damos valor, a quem reconhecemos como digno de receber toda honra.

Em Eclesiastes 3:11 diz que Deus pôs no coração do homem o anseio pela eternidade. É um mover interno que nos empurra na direção de Deus, é um instinto sobrenatural pela busca do céu, é um anseio pelo Criador e Autor da vida. Sem Deus ficamos vazios por dentro, sem Ele estamos incompletos, pois fomos feitos dEle, por Ele e para Ele, há uma necessidade em nós que precisa ser satisfeita e não encontraremos resposta em outro lugar.

Conclusão: O que quer que você faça, faça apaixonadamente para o Senhor. Em Salmos 115:1 diz: "Não a nós, Senhor, nenhuma glória para nós, mas sim ao teu nome..."

Prática: Coloque um louvor e faça um momento de adoração, depois ore e abençoe a todos. Se alguém quiser falar, permita! Faça a oração de confissão e convide os visitantes para confirmar.

Próximo sábado 19:30 hs será o culto de líderes, esta célula precisa apresentar a dupla da Família Feliz

 

Amamos você

 

Apóstolos Eliezer e Zenita

 
Imprimir
 
Compartilhe:
 
Comentarios:
 
TV IACC

Broadcast live streaming video on Ustream

Programação ao vivo

<p>- Domingo: 09:30hs e 18hs - Culto da Fam&iacute;lia<br />
&nbsp;</p>

 

Cultos anteriores | Canal de Videos

Redes Sociais
 Compartilhe:
 

IGREJA APOSTÓLICA CORPO DE CRISTO MINISTERIO PENHA - Tel: 2957-0551 -Email: iacc@iacc12.com.br - Endereço: Rua intiguçu 2601 - São Paulo SP Todos os direitos reservados - 2005 - 2013 - Webdesign