m12 2018
CIDADE DE DEUS
A conquista do território
São Paulo, Terça-feira, 17 de Julho de 2018
igreja em celulasviso celulas
Esboço para célula
08/04/2014
Os beníficos da Páscoa aponta para a troca do calvário

Salmos 25:14; Coríntios 1.18

 Na semana passada falamos sobre cinco benefícios da Pascoa e são eles: 1. Livramento da morte. 2. Libertação. 3. Chance para arrancar as pragas da vida. 4. Chance para herdarmos a terra. 5. Chance para rendição completa.

Hoje falaremos sobre mais três benefícios. São Eles:

1.      Garantia de Pureza. A Bíblia diz que nós fomos purificados pelo sangue. I João 1;7 diz: “O sangue de Jesus nos purifica de todo o pecado.”  É a garantia de pureza que temos. Há poder no sangue de Jesus! Quem tem Jesus como Senhor e Rei em sua casa, tem toda sua casa debaixo desta garantia. 

2.      Cumprimento Profético. Os profetas diziam: Ele chegará! E hoje a Igreja se levanta para dizer: Ele voltará! A Páscoa aponta para Aquele que morreu, ressuscitou e voltará. O nosso Jesus, o Cristo não está mais morto, apesar de Roma ainda proclamar o Cristo pendurado no madeiro, um "Senhor" morto. A Páscoa nos garante o cumprimento da volta do Senhor. Ele voltará por causa de nós, porque nos ama, porque nos quer perto dEle. (João 14:3).

3.      Singularidade. As coisas do Reino de Deus são simples. Não precisamos inventar passos para sermos batizados no Espírito Santo ou para aceitar Jesus. A Bíblia diz que precisamos de apenas: com a boca confessarmos Jesus como Senhor e com o coração crermos que Deus O ressuscitou dentre os mortos. Este passo nos abre a oportunidade da salvação, da vida eterna (Rm. 10:9-10).

A verdadeira Páscoa aponta para a redenção, para a aliança da salvação, para o resgate e para a vida que devemos viver no Pai. É uma linguagem no reino espiritual de como fomos arrancados das trevas e de como Jesus nos trouxe para o Seu Reino de luz. Páscoa é libertação que demonstra a linguagem de amor do Pai entregando Jesus Cristo para morrer na cruz do Calvário para salvar a você e a mim.

Deus quer se dar a conhecer a cada um. Precisamos conhecê-lo verdadeiramente. Deus nos ama e por isso Ele tomou a iniciativa de nos reconciliar com Ele por meio de Jesus, sem Deus estaremos sem a verdadeira vida, Ele fez tudo que era necessário para que fossemos salvos e vivêssemos uma vida de comunhão com Ele. Essa comunhão nos cura e nos capacita a vivermos relacionamentos sarados e verdadeiros com a família, amigos e irmãos.  
 
Vejamos a troca do calvário que Jesus realizou:

1.      Jesus Cristo se tornou o que nós éramos, para que nos tornemos o que Ele é. Ele se tornou filho do homem e nós nos tornamos filhos de Deus. Mateus 16:27 diz: “Porque o Filho do homem há de vir na glória de seu Pai, com os seus anjos; e então retribuirá a cada um segundo as suas obras.” Em João 1.12 diz: Mas, a todos quantos o receberam, aos que creem no seu nome, deu-lhes o poder de se tornarem filhos de Deus.

2.      Ele morava no céu e eu na terra. Ele veio morar na terra, na minha casa, para que eu more em sua casa no céu. João 14:2,3 diz: Na casa de meu Pai há muitas moradas; se não fosse assim, eu vo-lo teria dito. Vou preparar-vos lugar.  ...virei outra vez, e vos levarei para mim mesmo, para que onde eu estiver estejais vós também.

3.      Ele só tinha natureza divina, e eu só tinha natureza humana. Ele toma a minha natureza humana para me dar a sua natureza divina. Em João 3: 6 - 8 diz: O que é nascido da carne é carne, e o que é nascido do Espírito é espírito. Não te admires de eu te haver dito: Necessário vos é nascer de novo. O vento sopra onde quer, e ouves a sua voz; mas não sabes donde vem, nem para onde vai; assim é todo aquele que é nascido do Espírito.

4.      Ele nasce na terra como filho do homem e participa da vida na terra, para que eu nasça no reino de Deus, como filho de Deus, e participe da vida no céu. Em João 3:1-15 diz: ...Ora, ninguém subiu ao céu, senão o que desceu do céu, o Filho do homem. E como Moisés levantou a serpente no deserto, assim importa que o Filho do homem seja levantado; para que todo aquele que nele crê tenha a vida eterna.

 5.      Eu não tinha do que viver, Ele não tinha do que morrer, Ele morre a minha morte para que eu viva a sua vida. Em Efésios. 2:1,5 diz: Ele (Deus) vos deu vida, estando vós mortos nos vossos delitos e pecados ...e estando nós mortos em nossos delitos, nos deu vida juntamente com Cristo, pela graça sois salvos. Disse Jesus emJoão.10:15: ...assim como o Pai me conhece e eu conheço o Pai; e dou a minha vida pelas ovelhas.                     

6.      Ele sobe na cruz de maldição para que eu desfrute a sua benção. Ele toma a minha condenação, para que eu receba a sua justificação. Em Romanos 4:25 diz: O qual foi entregue por causa das nossas transgressões, e ressuscitou por causa da nossa justificação.

7.      Ele se veste de um corpo de homem e o leva para glória, e é assim que o homem está no céu. Há um homem no céu, há um corpo de homem no céu, glorificado. I Timóteo 2:5 diz: Porque há um só Deus, e um só Mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo homem

Há um homem junto ao trono como um sinal eterno de que a redenção é um fato consumado, e Deus está na terra dentro de mim, dentro de você.

8.      Jesus é Deus e agora se veste com corpo na natureza de homem, eu sou homem e sou revestido de Deus, na pessoa do Espírito Santo. I Coríntios 6:19 diz: Ou não sabeis que o vosso corpo é o templo do Espírito Santo, que habita em vós, proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos?Deus habita em mim e sou revestido dEle!

 Conclusão: Se há um homem no trono, Deus está na terra na pessoa do Espírito Santo dentro de mim, dentro de você. Existem hoje milhares de pessoas sofrendo, começam com as crianças, muitas com rejeição, outras molestadas, tantas outras rebeldes pela falta de amor, proteção e compreensão, muitas outras sem a cerca do lar e muitas destas destinadas ao crime, as drogas e a prostituição.

São futuros jovens sem direção, carentes de amor e de cura, futuras famílias que poderão ser felizes ou não, vai depender delas desfrutarem do amor de Cristo manifestado no calvário. O pecado destrói afastando as pessoas de Deus, somente através da troca do calvário as pessoas poderão ter seus pecados perdoados e assim terem um verdadeiro encontro com Deus. 

Deus nos criou em primeiro lugar para termos comunhão com Ele, e nesta comunhão crescermos para termos relacionamentos sadios e santos. Ele começa na família, mas usa a igreja, a célula, os doze para que isso aconteça, pois este é o foco de Deus, lares restaurados. A sociedade depende disto para ser curada.

Quando entendemos a troca do calvário, descobrimos verdadeiramente aquilo que somos e aquilo que temos, faremos a diferença nesta geração, foi para isso que Deus nos salvou. Você é de Deus por meio de Cristo Jesus, por isso tenha sempre Jesus Cristo como teu Senhor e salvador! Amem!!! 

Compartilhe: O que de fato aconteceu na cruz do calvário e que isto representa pra você?

Agora é uma boa oportunidade pedir para todos colocarem a mão no coração, fazer a confissão e depois perguntar se querem confirmar aquilo que foi confessado, isto é, a entrega a Cristo! 

 
No amor de Cristo nosso messias,
 
Apóstolos Eliezer e Zenita C. Moreira
 
 
Imprimir
 
Compartilhe:
 
Comentarios:
 
TV IACC

Broadcast live streaming video on Ustream

Programação ao vivo

<p>- Domingo: 09:30hs e 18hs - Culto da Fam&iacute;lia<br />
&nbsp;</p>

 

Cultos anteriores | Canal de Videos

Redes Sociais
 Compartilhe:
 

IGREJA APOSTÓLICA CORPO DE CRISTO MINISTERIO PENHA - Tel: 2957-0551 -Email: iacc@iacc12.com.br - Endereço: Rua intiguçu 2601 - São Paulo SP Todos os direitos reservados - 2005 - 2013 - Webdesign