m12 2018
CIDADE DE DEUS
A conquista do território
São Paulo, Segunda-feira, 18 de Junho de 2018
igreja em celulasvisão celulas
Devocional
29/06/2010
Nossa liberdade em Cristo – parte II

Romanos 6: 16-18

 Terminamos na ministração anterior dizendo que o poder do pecado estava atuando em nossa natureza e éramos servos do pecado. Agora que pertencemos a Deus, Jesus Cristo não somente conquistou para nós o perdão dos pecados como também nos libertou do poder do pecado. Devemos, pela fé, nos apropriar desta verdade para que o inimigo não nos engane nos mantendo debaixo de um jugo de culpa e escravidão.
 
Vejamos como ele faz isso através da história abaixo:
                       
            No dia 13 de Maio de 1888, foi abolida a escravatura no Brasil pela princesa Isabel através da Lei Áurea. Quantos escravos existiam no dia seguinte? Na verdade, não deveria haver nenhum. Mas muitos continuavam a viver como escravos, porque eles não conheceram a verdade. Outros receberam a notícia e acreditavam ser livres, mas escolheram viver da mesma forma que antes. Não bastassem estas duas situações, alguns ex-senhores de escravos, percebendo que estavam arruinados, se reuniram e comentavam o seguinte:
"Fomos arrasados! A escravatura foi abolida, a lei está em vigor.
 
Perdemos a batalha onde lutávamos para manter nossos escravos". Porém, o mais astuto deles disse o seguinte: "Não necessariamente. Enquanto eles ainda pensarem que são escravos, a proclamação da liberdade não causará nenhum efeito prático. Não temos mais direito legal sobre eles, mas muitos ainda não sabem disto. Devemos impedir que eles saibam a verdade e então continuaremos a controlá-los". Um outro senhor observou: "Mas a notícia vai se espalhar". "Não entrem em pânico. Ainda temos outras estratégias. Pode ser que não consigamos impedir que eles ouçam a notícia, mas podemos fazer com que não entendam. (Não é por acaso que o diabo é o pai da mentira). Diremos que eles serão libertados, e não que eles já estão livres. Afirmaremos que a verdade que eles ouviram é somente teórica, e não de fato.
 
Algum dia quem sabe, eles poderão se beneficiar dela, mas não agora". O mesmo senhor retrucou: Mas talvez eles estejam esperando que eu diga isso mesmo, e nesse caso não acreditarão em mim". Bem, nesse caso, você deve selecionar alguns homens que sejam persuasivos e que ainda acreditam que são escravos e deixe que eles falem por você. Lembre-se que a maioria destes escravos já nasceu na escravidão e foram escravos por toda a vida.
 
Tudo o que temos a fazer é enganá-los para que eles continuem a pensar como escravos. Enquanto eles continuarem a fazer as coisas que os escravos fazem, não será difícil convencê-los. Vão manter a identidade de escravos por causa das coisas que fazem. Quando começarem a achar que não são, é só dizer: Como é que podem pensar que não são escravos, é só olhar para o que     estão fazendo e isso dirá quem são! Vamos mantê-los no engano!".
 
Muito tempo depois da proclamação, um grande número ainda vivia na escravidão. Eles não tinham ouvido a maravilhosa notícia e, alguns dos que ouviram não a compreenderam, por isso, continuavam a viver da forma como sempre viveram. Porque tudo estava exatamente igual, decidiram seguir em frente como se não tivessem recebido a liberdade.
 
A ilustração acima descreve exatamente o que o diabo tenta fazer com a igreja. Ele não está preocupado com a idéia que você tem de religião ou da bíblia ou até mesmo sobre Deus. Desde que você não saiba que já é livre, estará bem para ele. Ele tem usado sempre as mesmas mentiras para manter as pessoas presas e debaixo do seu jugo. Porém, está escrito: "e conhecereis a verdade e a verdade vos libertará. " (João 8:32)
 
Um dia, um ex-escravo ouviu a boa nova e a recebeu com grande alegria. Ele checou a veracidade da proclamação e descobriu que a mais alta dentre as autoridades a havia decretado. E não ficou por aí, mas que custou pessoalmente à autoridade um preço incrivelmente alto para que os escravos se tomassem livres. A vida daquele escravo foi transformada.
 
Ele compreendeu que seria uma hipocrisia continuar vivendo como escravo, ainda que os seus sentimentos lhe dissessem que ele ainda era um. Determinado a viver baseado na verdade que encontrara, as suas experiências começaram a mudar drasticamente. Ele percebeu que o seu antigo senhor não tinha mais autoridade sobre ele e que não tinha que ser obedecido. Ele alegremente passou a servir aquele que o havia libertado! Esta é a história que Deus preparou para nós através de Cristo. Somos livres!
 
Da escravidão à liberdade (Romanos 5:12,17,18,19).
 
Antes de recebermos a Jesus, todos nós tínhamos uma natureza pecaminosa que herdamos de Adão. Em outras palavras éramos pecadores por herança e não somente por ter cometido coisas erradas. Na obra que Jesus realizou na cruz para nos restaurar, ele tratou com estes dois aspectos:
Veremos na próxima semana...
 
Continua...
 
Imprimir
 
Compartilhe:
 
Comentarios:
 
TV IACC

Broadcast live streaming video on Ustream

Programação ao vivo

<p>- Domingo: 09:30hs e 18hs - Culto da Fam&iacute;lia<br />
&nbsp;</p>

 

Cultos anteriores | Canal de Videos

Redes Sociais
 Compartilhe:
 

IGREJA APOSTÓLICA CORPO DE CRISTO MINISTERIO PENHA - Tel: 2957-0551 -Email: iacc@iacc12.com.br - Endereço: Rua intiguçu 2601 - São Paulo SP Todos os direitos reservados - 2005 - 2013 - Webdesign